Estrela de A Tua Cara Não Me É Estranha sofre grave acidente de carro. Viatura capotou!

«Aquela sensação de ver a vida a passar em ‘fast forward’ existe mesmo! […] Valorizem a vossa saúde, o vosso corpo e as pessoas que amam. Valorizem!», pede Soraia Tavares.

03 Nov 2019 | 12:30
-A +A

Soraia Tavares, de 25 anos, não ganhou para o susto. A jovem cantora e atriz, que deu cartas na última edição de A Tua Cara Não Me É Estranha, apresentado por Maria Cerqueira Gomes na TVI, entre maio e julho deste ano, resistiu a um grave acidente de viação.

O sinistro aconteceu na passada quinta-feira, dia 31 de outubro, e terminou com a viatura em que seguia a intérprete capotada. Nas redes sociais, Soraia Tavares revela que acabou «suspensa de pernas para o ar e agarrada pelo cinto de segurança», acrescentando que deste sobressalto não resultaram mazelas preocupantes. «Estou bem, dorida, com uma nódoa negra e uma borbulha na testa», aligeira.

Todavia, acaba por confessar: «Aquela sensação de ver a vida a passar em ‘fast forward’ [‘avanço rápido’, em português] existe mesmo! […] Valorizem a vossa saúde, o vosso corpo e as pessoas que amam. Valorizem!»

 

Soraia Tavares «estava numa semana difícil»

 

A mensagem prossegue com Soraia Tavares a admitir que o acidente aconteceu «numa semana difícil» para a artista, em que a mesma «achava que estava cheia de problemas».

E justifica a forma verbal usada: «Sim, ‘achava’, porque este acidente só veio relativizar todos esses problemas. No momento logo a seguir achei que não podia bater mais no fundo. E depois pensei ‘preciso de bater com os pés no fundo da piscina para dar balanço até à superfície’.»

O dia seguinte ao acidente, confessa a vencedora da sexta edição de A Tua Cara Não Me É Estranha, foi «super emocional». Em cena no Teatro da Trindade, em Lisboa, com o musical Chicago, Soraia Tavares não faltou, ainda assim, ao trabalho: «Chorei várias vezes em ‘backstage’ [‘bastidores’]. Ah, sim, porque ontem [quinta-feira] tínhamos espetáculo – não estou a dizer isto para me gabar, mas sim para perceberem o quão bem eu saí daquele acidente e o quão sortuda e abençoada sou.»

«Porque tenho uma família, tenho amigos, tenho trabalho e tenho saúde!», remata.

 

VEJA TAMBÉM:
«Chamaram-me de Djaló»! Soraia Tavares fala de racismo na escola e em TV
Soraia Tavares em último lugar no Festival: «Não foi o resultado que esperava»
Soraia Tavares: «Vai ser a primeira vez que o meu pai me vai ouvir ao vivo»

 

Texto: Dúlio Silva | Fotografias: Impala e reprodução redes sociais

PUB