Sónia Jesus pode ser constituída arguida em processo de tráfico de droga

O noivo de Sónia Jesus está preso por alegado envolvimento numa rede de tráfico de droga. Polícia tem dúvidas de que a ex-“Big Brother” não soubesse de nada.

07 Jul 2022 | 12:00
-A +A

Sónia Jesus vive dias de pesadelo. Depois de ter visto o noivo, Vítor Soares, detido por estar alegadamente envolvido numa rede de tráfico de droga, a ex-concorrente do “Big Brother” pode também vir a ser constituída arguida.

A notícia é avançada por um jornal diário, que revela que as autoridades que estão a investigar o caso têm dúvidas que Sónia Jesus não soubesse dos crimes de que o noivo é acusado. Recorde-se que, segundo o Correio da Manhã já tinha divulgado, as transferências de dinheiro eram feitas para o MB Way da ex-BB e terão sido encontrados vários objetos suspeitos em casa do casal, como droga e uma balança de precisão.

A mesma publicação escreve que a polícia continua a recolher provas e que, nas próximas semanas, poderão ocorrer mais detenções relacionadas com este caso.

Sónia Jesus ao lado do namorado

Dias depois de Vítor Soares ter sido detido, Sónia Jesus deixou uma mensagem no programa “Dois às 10”, da TVI, apresentado por Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos, na qual afirmou que estará sempre ao lado daquele que é o amor da sua vida.

“Toda a história tem um contexto, várias versões e a verdade, neste momento, só ele a sabe”, ouviu-se Sónia Jesus dizer, num mensagem de voz, sobre os contornos da operação “Semente em Pó”. “Independentemente de qual seja essa verdade, eu vou estar sempre, mas sempre ao lado do Vítor, porque ele é o pai das minhas filhas, porque ele é o amor da minha vida, e no bem e no mal, eu vou estar sempre com ele e, volto a referir, que a verdade só ele a sabe”, acrescentou ainda.

Vitó já estava com pena suspensa

Vítor Soares foi preso no âmbito de uma operação realizada nos concelhos de Mirandela, Valpaços, Chaves, Boticas e Vila Nova de Gaia, na qual a GNR terá apreendido 500 doses de cocaína, 26 doses de haxixe, 40 doses de canabis, assim como 5275 euros em numerário, duas viaturas, 11 telemóveis e 554 munições de diversos calibres. Segundo referiu a TVI, o companheiro de Sónia Jesus já estava a cumprir pena suspensa por outro processo de tráfico de droga e ficou, agora, em prisão preventiva.

Em pleno programa das manhãs da estação de Queluz de Baixo, o advogado de defesa também se pronunciou sobre a detenção de Vítor. “Efetivamente, o Sr. Vítor Soares está indiciado por um crime de tráfico de estupefacientes, não está indiciado por qualquer tipo de crime por armas”. “Falta algum tempo para que a verdade seja apurada e, portanto, não nos parece adequado entrar em jogos de especulação”, complementou.

Texto: Patrícia Correia Branco e Carolina Sousa; Fotos: Impala e Reprodução redes sociais

PUB