“Situação extremamente crítica”: Cancro do pai de Rui Pedro alastra-se e estado é grave

O pai de Rui Pedro Figueiredo viu o cancro que tinha sido detetado no estômago alastrar-se a outras partes do corpo. “A situação é extremamente crítica”, desabafa o ex-concorrente do “Big Brother”.

10 Jun 2021 | 21:00
-A +A

O estado de saúde do pai de Rui Pedro Figueiredo agravou-se consideravelmente. O ex-concorrente do “Big Brother” deixou escapar, esta quarta-feira, em entrevista a Manuel Luís Goucha, no vespertino da TVI, que José Figueiredo “não está bem”, encontrando-se numa “situação débil”. O progenitor do empresário trava uma intensa luta contra uma doença oncológica há dois anos.

Contactado pela TV 7 Dias, Rui Pedro Figueiredo confirma que “a situação é extremamente crítica” e avança que, “infelizmente”, o cancro, detetado inicialmente no estômago, “alastrou-se” a outras partes do corpo.

O jovem confessa-se desolado. “Ele é o meu ídolo, a pessoa que mais amo e admiro… Perceber que, a qualquer momento,, o mundo pode desabar deixa-me completamente perdido”, desabafa o ex-participante do reality show da estação de Queluz de Baixo.

 

Pai de Rui Pedro Figueiredo “sentiu-se psicologicamente derrotado” após operação

 

Em janeiro passado, aquando da sua saída do “Big Brother – Duplo Impacto”, Rui Pedro Figueiredo relatou, também em declarações exclusivas à TV 7 Dias, que o pai tinha sido hospitalizado um dia depois de ter entrado pela segunda vez na casa mais vigiada do País. José Figueiredo foi, então, submetido a uma operação.

“Eles abriram, tocaram, perceberam que a maldade continua e, por isso, ele está um pouco triste. Ainda ontem [N.R.: dia 18 de janeiro], ao final do dia, estava a dizer-me que não conseguia comer, que não conseguia ir à casa de banho e que estava muito triste. Acabaram por não retirar nada e acabaram por continuar com a quimioterapia para reduzir”, explicou.

Na altura, o progenitor do jovem de Oliveira do Hospital “sentiu-se psicologicamente derrotado, porque pensou que a batalha estava a ser vencida” e percebeu que, “afinal, não estava assim tão vencida quanto achavam”. O facto de não se alimentar piorou a situação. “Na última vez que saí do ‘Big Brother’ [Rui Pedro Figueiredo referia-se ao ‘Big Brother – A Revolução’], estive uma semana sem ir a casa e os meus amigos disseram para eu não ir, porque ia vê-lo degradado fisicamente. Ele perdeu 14 quilos”, lamentou ainda.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB
Top