“Grande mentiroso” no “Big Brother”: António Bravo inventou terror vivido com assassino

No “Big Brother”, António Bravo partilhou um caso de terror que dizia ter vivido na Austrália, ao ser trancado numa casa por um homem que matara o seu verdadeiro ‘match’. Afinal, era tudo mentira.

23 Set 2021 | 21:03
-A +A

António Bravo, concorrente do “Big Brother”, deixou os colegas em choque quando estes descobriram que as histórias por ele relatadas, no decorrer da tarde desta quarta-feira, não passavam, afinal, de mentiras. Numa delas, o responsável de Food & Beverage alegou até que tinha corrido risco de vida num encontro com um psicopata assassino na Austrália.

A verdade chegou, horas depois, pela voz do soberano. No jardim, à noite, assim que descobriram a verdade, os restantes moradores da casa mais vigiado do País ficaram boquiabertos. Ana Morina, contudo, disse ter suspeitado de que uma das histórias escutadas era uma “grande tanga”. “Grande mentiroso”, chegou mesmo a dizer um dos colegas a António Bravo.

 

Concorrentes do “Big Brother” aplaudem António Bravo

 

O “Big Brother” congratulou o concorrente pelo “desafio bem-sucedido” que lhe atribuíra ao início da tarde. “António, a verdade é que merece um ponto pela sua criatividade, um ponto por ter sido tão convincente e um ponto por se ter mantido tão discreto até agora”, indicou o soberano, seguindo-se um aplauso de todos.

Como recompensa, o participante do reality show da TVI pôde nomear “um companheiro para lhe preparar um pequeno-almoço especial”.

Veja o momento da revelação aqui.

 

António Bravo traído, maltratado e manipulado por “ex”

 

Entrou no “Big Brother” com um namorado, provando que já refez a sua vida sentimental. Contudo, em 2018, António Bravo sofreu “um grande desgosto de amor”. As palavras são do próprio concorrente do reality show da TVI, na sua apresentação ao público, e agora conhecem-se detalhes impressionantes sobre a relação que atirou o responsável de Food & Beverage para a lama a nível sentimental.

Segundo uma publicação semanal, o namoro tóxico de António Bravo começou quando ele tinha 25 anos e o companheiro mais uma década. Escreve a TV Mais que, a certa altura, a então cara-metade do concorrente do “Big Brother” “o maltratou psicologicamente, manipulou, mentiu e traiu”.

No vídeo de apresentação, o responsável de Food & Beverage assume que lhe “partiram o coração”. “Mas não faz mal”, tenta desvalorizar, revelando a forma como deu a volta ao desgosto de amor: “Peguei na minha trouxa e rumei à Austrália, para o outro lado do Mundo. Matei-me a trabalhar e viajei pela Birmânia, pela Nova Zelândia e pelo Japão.”

 

Leia tudo aqui.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Nuno Moreira, reprodução TVI e redes sociais

PUB
Top