Felipa Garnel implacável: Ex-Diretora de Programas da TVI assume revolta e arrasa o canal

Felipa Garnel teceu duras críticas à reportagem emitida pela TVI no “Jornal das 8” sobre uma fiscalização feita pelo SEF. A antiga Diretora de Programas da estação fala em “mau gosto atroz”.

02 Jul 2021 | 11:11
-A +A

Felipa Garnel, antiga Diretora de Programas da TVI, criticou duramente uma reportagem transmitida, esta quinta-feira, 1 de julho, no “Jornal das 8”, da mesma estação. A antiga apresentadora, de 56 anos, foi implacável nas palavras proferidas sobre a abordagem jornalística a uma fiscalização realizada pelo SEF a mais de 250 estrangeiros no Samouco.

“Estou revoltada com esta reportagem da TVI, que, com a conivência do SEF, filma os emigrantes ilegais a serem fiscalizados, no regresso da apanha da amêijoa, quando a maré sobe o rio Tejo”, começou por dizer Felipa Garnel, nos InstaStories, ferramenta do Instagram.

As críticas continuaram: “Não sou defensora da emigração ilegal, mas sou defensora da dignidade a que todos os seres humanos têm direito. Serem interrogados e detidos, vestidos com fatos de mergulho perante as câmaras, para serem ‘exibidos’ em pleno prime time, é de um mau gosto atroz.

Felipa Garnel terminou o texto a demonstrar desilusão pelo canal no qual outrora assumiu o papel de Diretora de Programas. “É também triste que qualquer notícia, seja o SEF ou outra, faça ações deste tipo em conluio em canais de televisão”, atirou.

É de recordar que a mulher do médico Nuno Lobo Antunes entrou para a TVI em substituição de Bruno Santos. Seis meses depois, a 3 de janeiro do ano passado, foi dispensada do cargo, que passou a ser ocupado por Nuno Santos, o atual Diretor-geral do canal de Queluz de Baixo.

A antiga apresentadora concedeu, a 17 de junho, uma entrevista a Manuel Luís Goucha, para o programa das tardes da TVI, na qual confessou ter saído do canal “magoadíssima”. Leia mais aqui.

Veja a crítica feita por Felipa Garnel à reportagem da TVI na nossa galeria.

 

Texto: Carolina Sousa; Fotos: Arquivo Impala e reprodução redes sociais

PUB