“Espero que me perdoe”: Luís Aleluia partilha arrependimento em relação a Carlos Miguel

“Penalizo-me por nunca lhe ter ligado.” É desta forma que Luís Aleluia se refere ao facto de não ter falado com Carlos Miguel. Saiba por que razão isso não aconteceu.

20 Jun 2021 | 13:50
-A +A

Carlos Miguel, que ficou conhecido por “Fininho”, morreu neste sábado (19), aos 77 anos. A notícia da morte do ator, que estava há vários anos longe da ribalta devido a problemas de saúde, deixou Luís Aleluia inconsolável. Este último fez um pedido de desculpas público por se ter esquecido de ligar de volta para o artista, um dos grandes nomes da comédia e do teatro de revista.

“Este ano é para esquecer, só lembrar as boas memórias que nos confortam. Eu e o Carlos Miguel nunca trabalhámos juntos no teatro, cruzámo-nos uma ou duas vezes em programas de televisão. Mas mantínhamos o respeito e a admiração pessoal”, pode ler-se.

Porém, o ator que interpretou o famoso “Tonecas” mostrou-se arrependido pelo seu comportamento para com Carlos Miguel. “Há uns meses tinha um recado no escritório para lhe ligar porque precisava de falar comigo. Não lhe liguei nesse dia porque já era tarde, nem no outro, por outro motivo qualquer. Ligo hoje, ligo amanhã e acabei por nunca lhe telefonar. Ontem veio-me à memória o recado e pensei: Tenho que ligar ao homem. Hoje recebi a notícia da partida do Carlos. Penalizo-me por nunca lhe ter ligado, espero que me perdoe”, referiu ainda.

Luís Aleluia terminou o texto com um desabafo: “Espero poder não voltar a adiar os telefonemas, os cafés, os almoços e os abraços de mais ninguém. Que Deus o receba em paz!”.

É de recordar que Carlos Miguel morreu na sequência de uma doença prolongada e estava internado no Hospital de Santarém.

Texto: Carolina Sousa; Fotos: D.R. e redes sociais
Recorde também:
Luís Aleluia em exclusivo: «Perdi muito dinheiro com Bem-Vindos a Beirais»

 

PUB
Top