Em direto: Tony Carreira pede para retirarem do ar música da filha e Goucha pede desculpa

Tony Carreira pediu, em direto, na TVI, para ser retirado do ar um tema da filha, Sara Carreira, que estava a ser usado como música de fundo. Manuel Luís Goucha apressou-se a pedir desculpa.

10 Jun 2021 | 20:05
-A +A

A passagem de Tony Carreira pela emissão especial “#BomParaPortugal”, transmitida pela TVI, na tarde desta quinta-feira, 10 de junho, a partir da Quinta da Pimenteira, em Lisboa, em parceria com uma conhecida cadeia de supermercados, ficou marcada por um momento confrangedor.

Logo no arranque da conversa com Manuel Luís Goucha, o cantor pediu à produção do programa para retirar do ar um tema da filha, Sara Carreira, que estava a ser usado como música de fundo.

O apresentador dava conta das várias mensagens de apoio que anónimos foram enviando para o conhecido artista quando este disse que “não tinha noção do tanto carinho” do público até à tragédia que abalou a sua família, em dezembro do ano passado, com a morte da benjamim do clã. E foi então que Tony Carreira interrompeu o seu raciocínio para fazer um apelo.

“Se puderem tirar esta música de fundo da minha filha, eu agradeço”, pediu o cantor. Manuel Luís Goucha depressa reagiu: “Sim, sim. Vou pedir à régie que retire a canção que está em fundo. Peço desculpa. Foi algo que não foi pensado.” “Não, não, não… Tranquilo”, relativizou Tony Carreira.

 

Tony Carreira dá primeiro concerto a 23 de julho

 

A ida de Tony Carreira à emissão organizada pela TVI e o Continente deveu-se a uma revelação que o cantor tinha para fazer ao público: “Vou voltar aos concertos. O primeiro será a 23 de julho, no Casino Estoril.”

O artista agradeceu à conhecida sala de espetáculos pela cedência do espaço e adiantou que “toda a receita” que resultar deste concerto será entregue à Associação Sara Carreira, fundada pelo próprio e pela ex-mulher, Fernanda Antunes, aquando da precoce partida da filha de ambos.

“Eu tenho de ir para o palco. Hoje, cruzei-me com uma pessoa – a minha memória está bastante mal – do mundo artístico que me disse que, ver-me aqui, era luz. Tenho de voltar. Para a minha saúde mental, tenho de voltar. Conforme eu te disse, a música é, neste momento da minha vida, o único espaço onde me encontro em paz. Tenho de voltar, tenho de aprender a subir de novo, tenho de seguir em frente”, afirmou.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: Arquivo Impala, reprodução TVI e redes sociais

PUB
Top