Iguais em cores diferentes: Cláudio Ramos explica porque é que usa sempre o mesmo fato

Se é espectador atento das galas do Big Brother 2020, já terá reparado que Cláudio Ramos usou sempre o mesmo modelo de fato em tons diferentes. O apresentador explica o motivo desta escolha.

18 Mai 2020 | 21:40
-A +A

Cláudio Ramos escolheu um modelo peculiar de fato para conduzir as galas. O casaco, ao invés de ser um blazer simples, é assertoado (com duas fileiras de botões), que o apresentador usa sempre apertado durante a emissão. O motivo é, simultaneamente, estético e técnico.

«É um truque. Eu tenho pockets atrás e pesam muito e, se os fatos mudarem e tiver o microfone muito pesado vai abrir a lapela», explica Cláudio Ramos, referindo-se aos aparelhos electrónicos que ficam ligados ao microfone e ao auricular e que têm de ficar fixados na zona da cintura. «É uma questão estética e de vaidade. Eu sinto-me muito confortável se ele estiver fechado, porque a barriga incha e está tudo tapado por baixo», conta ainda.

Por esta razão, assim que encontrou um modelo a seu gosto, Cláudio Ramos mandou fazer fatos em várias cores, «cada uma com a sua simbologia». O modelo deste domingo, 17 de maio, em tons bege, representa a terra, «porque sem terra não vamos a lado nenhum». «O azul representa o mar, o verde é esperança e o beringela a criatividade».

Veja na galeria os modelos usados por Cláudio Ramos

 

Tensão entre Soá e Diogo: «Ficaria muito desiludido se algum deles partisse para a agressão física»

 

Na reta final da gala deste domingo, após as nomeações, Pedro Soá exaltou-se e esteve quase a agredir Diogo. Após uma semana de tensão, e durante a qual Hélder foi nomeado por ter tido comportamentos sexistas e homofóbicos, Cláudio Ramos acredita que nenhum concorrente irá chegar a vias de facto.

«Se acontecesse iriam para a rua», afirma. «Estou convencido de que são maduros o suficiente para não chegarem a tanto. Eu não quero que exista dentro do programa que eu apresento nenhum tipo de violência, nem verbal, do género do que aconteceu, nem física. Ficaria muito desiludido se algum deles partisse para a agressão física. O Pedro Soá tem um caráter muito forte e o Diogo tem uma forma de jogar muito característica», explica o apresentador do BB2020.

Este domingo, BB2020 voltou a perder para Quem Quer Namorar com o Agricultor?. O impacto que o programa tem tido nas redes sociais (é tendência no Twitter quase todos os dias) não se tem refletido nas audiências. Algo que o apresentador confessa não entender.

«Eu não consigo compreender, porque tenho os números dos gráficos do interesse das pessoas. Não coloco em causa a medição das audiências nem sei explicar. Sei que não há outro assunto que não seja o Big Brother. Espero que isso se reflita nas audiências. Gostava de deixar claro que não acho que mais de um milhão de pessoas a verem um programa destes neste momento seja um fracasso. Estou muito satisfeito. Quero mais? Claro que sim.», afirma.

 

Texto: Raquel Costa | Fotos: TVI

 

Veja mais:
Carlos Costa ataca Cláudio Ramos e chama Pedro Crispim de «falso» e «oportunista»
Programa especial! Cláudio Ramos vai falar para a casa para anunciar penalização a Hélder

PUB