Bronca: Novo trabalho de Alexandra Borges gera polémica

Alexandra Borges foi contratada pela Global Media como diretora de Grande Reportagem e Investigação. Porém, há jornalistas que não estão satisfeitos e ponderam fazer queixa à entidade competente.

04 Ago 2021 | 10:30
-A +A

A contratação de Alexandra Borges pela Global Media está a gerar polémica. A jornalista, que saiu da TVI há cerca de um ano, depois de 20 ligada à estação, assinou contrato com o grupo que detém os jornais Diário de Notícias e JN, bem como a rádio TSF, em julho, para exercer o cargo de diretora de Grande Reportagem e Investigação. Porém, a sua chegada não foi bem vista por todos e alguns jornalistas ponderam fazer queixa à ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social).

Segundo um jornal diário avança esta terça-feira, 3 de agosto, os Conselhos de Redação (CR) do JN e da TSF já expressaram a sua posição ao Conselho de Administração do grupo, liderado pelo empresário Mário Galinha. O CR do diário anunciou entretanto que vai fazer queixa à ERC por considerar que a “criação da figura de uma diretora porventura com pretensos poderes para fazer inserir trabalhos nas diversas publicações, portanto com ingerência direta nas competências dos diretores, chefes de redação e editores de área editorial (secção), atinge de forma inapelavel o principio da autonomia das redações e dos jornalistas”.

O Correio da Manhã diz ainda que o CR da TSF já demonstrou também a sua preocupação com a contratação de Alexandra Borges e aponta uma “notória contradição entre estas novas contratações e a tão referida necessidade de contenção ou redução de custos”.

A mesma publicação tentou obter reações da ERC, da jornalista e da Global Media, mas todas as partes se remeteram ao silêncio.

Texto: Patrícia Correia Branco; Fotos: Impala e Reprodução redes sociais
Veja também:
Ela está de volta: Alexandra Borges de regresso após saída da TVI
Alexandra Lencastre deixa mensagem emotiva ao amigo Rogério Samora

PUB
Top