“Big Brother” implacável: Sanção coletiva retira 10 mil euros ao prémio. Choque é geral

O “Big Brother” aplicou uma sanção coletiva aos concorrentes. Na origem da punição, esteve o facto de, nos últimos dias, Rita Santos, Fábio Faísca e Ana Barbosa terem recusado fazer missões.

24 Nov 2021 | 20:05
-A +A

O “Big Brother” atribuiu uma sanção coletiva aos concorrentes do reality show da TVI e a consequência deixou os moradores da casa mais vigiada do País em choque: há menos 10 mil euros no prémio final.

A decisão foi comunicada, durante o “Diário” desta quarta-feira, pelo soberano. “Eu sou o ‘Big Brother’. Estão num jogo ha 11 semanas e faltam poucas para a grande final. Quando chegaram a minha casa, assumiram que eram competitivos e que entravam no jogo para ganhar. Acham que têm tido um comportamento à altura?”, questionou a entidade máxima do jogo.

Logo depois, foram apresentadas imagens em que, em diferentes momentos, três concorrentes recusaram fazer tarefas atribuídas pelo “Big Brother”. “Ao longo dos últimos dias, a Rita [Santos], o Fábio [Faísca] e a Ana Barbosa recusaram-se a a fazer missões ou desafios. Os motivos são variados, mas este comportamento vai contra as regras do jogo e contra o compromisso que assumiram no início desta aventura. Não me resta outra alternativa que não sancionar-vos. Por um, pagam todos. Serão retirados mil euros por concorrente ao prémio final, num total de 10 mil euros”, anunciou o soberano.

“O quê?!”, exclamaram logo vários concorrentes. Joana Schreyer, a líder da semana, foi uma das pessoas que mais se mostraram contra a decisão do “Big Brother”. “Não… A sério! Não concordo!”, disparou.

Veja as imagens deste momento na nossa galeria.

 

Texto: Dúlio Silva; Fotos: reprodução TVI e redes sociais

PUB